Show simple item record

dc.contributor.advisorToledo, José Humberto Dias de
dc.contributor.authorFelipe , Italo Masiero
dc.coverage.spatialFlorianópolis - SCpt_BR
dc.date.accessioned2020-11-28T11:01:41Z
dc.date.available2020-11-28T11:01:41Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/10643
dc.description.abstractA construção civil possui um peso considerável em questões de geração de emprego e renda para o país, a capacidade de alavancar investimentos e trazer movimento para a economia nacional é gigante. Contudo há algumas dúvidas que giram no setor, uma das mais frequentes é sobre a mão de obra, se é melhor ter um quadro de funcionários próprios ou terceirização do serviço, a qual deve-se analisar diversos fatores que podem influenciar essa escolha, onde todas as duas formas possuem vantagens, cabe ao gestor analisar e achar a melhor solução.pt_BR
dc.format.extent11 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofMBA Gestão de Obras e Projetos - Florianópolispt_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subjectConstrução civilpt_BR
dc.subjectTerceirizaçãopt_BR
dc.subjectGeração de empregopt_BR
dc.titleAnálise comparativa: mão de obra própria e terceirizadapt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaEngenhariaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons