Show simple item record

dc.contributor.advisorMazzucco, Marcos Marcelino
dc.contributor.authorLidorio, Rodrigo Boneli
dc.coverage.spatialTubarãopt_BR
dc.date.accessioned2020-12-23T18:11:49Z
dc.date.available2020-12-23T18:11:49Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/12099
dc.descriptionThe Griess test is an internationally known analytical method for detecting nitrite ions. It consists in the use of a compound originated from the sulfonation of an aromatic amine, which may use the sulfanilamide or sulfanilic acid, which after the reactive contact with a nitrite ion provides a replacement of highly polarized hydrogen by the nitrogen of the nitrite ion, thus forming a salt of diazonium (diazotation). Then, there is the subsequent addition of an amine, providing the occurrence of an azo coupling or formation of a diazonium compound, which is a red dye, also known as azo dye, noticeable to the naked eye. Highly flammable and to some extent explosive compounds, used as propellant materials for firearm ammunition, have nitrogen compounds in their formation base, which can be rescued and identified after the firing of an ammunition or cartridge, by azo coupling of a sulfonated aniline molecule. The technique was used as a residuographic exam and we obtained positive results in most of the tests performed, using different collection techniques. We hope to use the Griess test in the practice of activities, as we consider it of extreme importance in criminal expertise and forensic chemistry to identify and qualify firearm firing events.pt_BR
dc.description.abstractO teste de Griess é um método analítico conhecido internacionalmente para detecção de íons nitritos. Consiste na utilização de um composto originado da sulfonação de uma amina aromática, podendo utilizar a sulfanilamida ou ácido sulfanílico, que após o contato reativo com um íon nitrito proporciona uma substituição de hidrogênio altamente polarizado, pelo nitrogênio do íon nitrito, formando assim um sal de diazônio (diazotação). A seguir, ocorre a posterior adição de uma amina, proporcionando a ocorrência de um acoplamento azo ou formação de um composto de diazônio, que é um corante de cor vermelha, também conhecido como azo corante, perceptível ao olho nu. Compostos altamente inflamáveis e, até certo ponto explosivos, utilizados como materiais propelentes de munições de armas de fogo, apresentam em sua base de formação, compostos nitrogenados, que podem ser resgatados e identificados após a deflagração de uma munição ou cartucho, pelo acoplamento azo de uma molécula de anilina sulfonada. A técnica foi utilizada como exame residuográfico e obteve-se resultados positivos na maioria dos testes realizados, utilizando técnicas de coletas diferentes.pt_BR
dc.format.extent40 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEngenharia Química - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/*
dc.subjectTeste de Griesspt_BR
dc.subjectExame residuográficopt_BR
dc.subjectPerícia criminalpt_BR
dc.titleExame residugráfico: Estudo da aplicação do método de Griess-Ilosvay para qualificação de eventos de disparo de arma de fogo.pt_BR
dc.typeRelatório de Estágiopt_BR
dc.contributor.coadvisorLimas, Alessandro de Oliveira
dc.subject.areaEngenhariaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons