Show simple item record

dc.contributor.advisorMazzucco, Marcos Marcelino
dc.contributor.authorFlores, Juliana Demétrio
dc.coverage.spatialTubarãopt_BR
dc.date.accessioned2020-12-23T18:12:43Z
dc.date.available2020-12-23T18:12:43Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/12103
dc.descriptionPhosphogypsum, calcium sulphate hydrate from the phosphoric acid production process, is an industrial co-product with a high reuse potential and can be used as a fertilizer, in the manufacture of ceramics, cement etc. Because its production volume is high and its most common form of storage is in the open, alternatives are sought to make its use viable and efficient, in order to transform this environmental liability into an asset. For some uses, phosphogypsum needs to be transformed into its hemihydrate state, due to its setting and hardening properties, for example. Thus, the study of dehydration temperatures to make their application efficient is of paramount importance, both from an economic and environmental point of view. Therefore, we sought to study the various dehydration temperatures of calcium sulfate dihydrate, in order to quantify its conversion into hemihydrate calcium sulfate, and to establish a correlation with the mechanical resistance of the rehydrated product. The latter was not made possible due to the various uncontrolled variables. In addition, the material was instrumentally analyzed, seeking to confirm the tests performed on a laboratory scale and initially proposing a working range for the industrial scale.pt_BR
dc.description.abstractO fosfogesso, sulfato de cálcio hidratado oriundo do processo de produção de ácido fosfórico, é um coproduto industrial com potencial de reutilização elevado, podendo ser utilizado como fertilizante, na fabricação de cerâmicas, cimento etc. Devido ao seu volume de produção ser elevado e sua forma mais comum de armazenamento ser a céu aberto, busca-se alternativas para tornar seu uso viável e eficiente, de forma a transformar esse passivo ambiental em um ativo. Para alguns usos, o fosfogesso precisa ser transformado em seu estado hemi-hidratado, devido às suas propriedades de pega e endurecimento, por exemplo. Assim, o estudo das temperaturas de desidratação para tornar sua aplicação eficiente é de suma importância, tanto do ponto de vista econômico quanto ambiental. Logo, buscou-se estudar as diversas temperaturas de desidratação do sulfato de cálcio di-hidratado, a fim de quantificar sua conversão em sulfato de cálcio hemi-hidratado, e de estabelecer uma correlação com a resistência mecânica do produto reidratado. Esta última não se fez possível devido às diversas variáveis não controladas. Além disso, analisou-se instrumentalmente o material, buscando confirmar os testes realizados em escala laboratorial e propor, inicialmente, uma faixa de trabalho para escala industrial.pt_BR
dc.format.extent48 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEngenharia Química - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectFosfogessopt_BR
dc.subjectTemperaturapt_BR
dc.subjectDesidrataçãopt_BR
dc.titleEstudo da conversão do sulfato de cálcio di-hidratado em hemi-hidratado através da análise de diferentes temperaturas de desidrataçãopt_BR
dc.typeRelatório de Estágiopt_BR
dc.contributor.coadvisorLimas, Alessandro de Oliveira
dc.subject.areaEngenhariaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons