Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, Gustavo de Sá ept_BR
dc.contributor.authorRodrigues, Thiagopt_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:02:06Z
dc.date.available2016-11-30T15:02:06Z
dc.date.issued2011
dc.identifier1072pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1335
dc.description.abstractO objetivo deste estudo é analisar os componentes da aptidão física e motora voltadas a saúde de crianças participantes do projeto esportivo do município de São Pedro de Alcântara. A amostra foi constituída por 50 crianças de 8 a 14 anos participantes do projeto supracitado. A massa corporal e a estatura foram coletadas para a determinação do IMC, sendo esse método utilizado para avaliação da composição corporal. Para avaliação da aptidão física e motora relacionadas a saúde foram realizadas uma bateria de testes a partir de indicadores de flexibilidade, força/resistência muscular localizada, resistência cardiorrespiratória, potência de membros inferiores e agilidade. Em relação ao IMC pode-se observar que em ambos os sexos houve um aumento ao passar dos anos. Na flexibilidade observou-se que as meninas apresentaram uma superioridade nos resultados do teste realizado, o sexo feminino apresentou resultados abaixo da média do estudo utilizado como comparação, os meninos ficaram acima da média. No componente força/resistência muscular localizada o sexo masculino apresentou uma superioridade comparados ao sexo feminino, ambos os sexos apresentaram resultados superiores ao estudo utilizado como comparação. Na resistência cardiorrespiratória o sexo masculino apresentou resultados superiores ao do sexo feminino, ambos os sexos apresentaram resultados superior ou igual à média das normas e critérios nacionais de avaliação utilizados para comparação. No teste de potência de membros inferiores os meninos apresentaram resultados superiores aos das meninas, a maioria das faixas etárias do sexo feminino ficaram abaixo da média do estudo utilizado como comparação, por outro lado o sexo masculino, de uma forma geral, apresentou resultados iguais aos das médias do estudo utilizado como comparação. No componente agilidade ambos os sexos apresentaram melhoras conforme o aumento da idade, apresentando resultados médios acima do estudo utilizado como comparação, concluindo assim que são menos ágeis. Sugere-se a realização de estudos com esse objetivo no norte e nordeste do Brasil, pois a maioria dos estudos encontrados foi nas regiões sul e sudestept_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEducação Física Bacharelado - Pedra Branca
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAptidão físicapt_BR
dc.subjectAptidão física em criançaspt_BR
dc.subjectCapacidade motorapt_BR
dc.titleComponentes da aptidão física e motora voltadas a saúde de crianças participantes do projeto esportivo do município de São Pedro de Alcântarapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Graduação em Educação Fisíca).pt_BR
dc.hasPart104961_Thiago.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons