Show simple item record

dc.contributor.advisorScherer, Alessandra d'Avilapt_BR
dc.contributor.authorAbreu, Patricia Watthier dept_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:03:54Z
dc.date.available2016-11-30T15:03:54Z
dc.date.issued2008
dc.identifier345pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1569
dc.description.abstractpresente trabalho trata-se de um estudo de multi-casos. É uma pesquisa exploratória de natureza qualitativa, com o objetivo de compreender o significado que pacientes coronariopatas, internadas em uma enfermaria específica de cardiologia de um hospital geral, atribuem à imagem corporal no pós-operatório de cirurgia coronariana. Na análise qualitativa foram coletados dados através de entrevista semi-estruturada, realizada com três pacientes coronariopatas que se submeteram pela primeira vez a uma cirurgia coronariana e que estavam na etapa hospitalar pós-operatória, mais especificamente, na pré-alta. Na análise qualitativa, foi verificado que as pacientes apresentaram estratégias de enfrentamento saudáveis frente às modificações sofridas na imagem corporal com a cirurgia, falando do problema, porém, cada uma com suas especificidades. A imagem corporal não se apresentou de maneira negativa, mesmo com as alterações das cicatrizes no corpo. Exceto uma das entrevistadas que afirmou que a cicatriz no peito poderia vir a ser um problema. Porém como a mesma já experienciou um processo de cicatrização anteriormente através de outra cirurgia, vivenciando-o de forma saudável, acredita que as suas cicatrizes não lhe trarão problemas quanto a sua imagem no pós-operatório. As outras duas informantes enfatizaram que a cicatriz tem um sentido de vitória pela vida. Inferiu-se a partir dos dados colhidos, que a idade não está diretamente relacionada aos cuidados com o corpo e a imagem corporal, mas sim principalmente aos fatores sócio-culturais apresentados pelas entrevistadas, pois as que apresentaram idade mais avançada conseguiram falar mais do corpo e da sua alteração, se comparadas a mais jovem, que demonstra ter as suas atividades e círculo social mais restrito. Nesse sentido inferiuse a importância do círculo social e auto-estima na maneira de como cada informante percebe seu corpo e a imagem do mesmo.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPsicologia - Pedra Branca
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectImagem corporalpt_BR
dc.subjectCoração - Cirurgia - Aspectos psicológicospt_BR
dc.subjectMedicina e psicologiapt_BR
dc.titleO coração e as suas marcas no corpopt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Graduação em Psicologia)pt_BR
dc.hasPart95069_Patricia.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons