Show simple item record

dc.contributor.advisorScherer, Alessandra d'Avilapt_BR
dc.contributor.authorSantos, Mariana Porto dospt_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:03:55Z
dc.date.available2016-11-30T15:03:55Z
dc.date.issued2008
dc.identifier381pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1583
dc.description.abstractNa velhice, uma vida mais saudável está intimamente ligada à manutenção da autonomia e independência, que constituem bons indicadores de saúde. Neste caso, conceituando-se autonomia como sendo a capacidade de decisão, de comando; e independência, a capacidade de realizar algo com seus próprios meios. Ambas podem ser comprometidas por doenças físicas que, devido a uma crescente vulnerabilidade biológica do idoso, podem ocorrer com maior freqüência remetendo à necessidade de internação hospitalar, o que pode ser encarado pelo idoso como uma situação estressante. Visto que as pessoas percebem e lidam de maneira diferente com eventos de vida estressantes, podendo-se utilizar de várias estratégias que são aprendidas, mantidas e alteradas ao longo do curso de vida, esta pesquisa objetivou compreender a relação existente entre a percepção de idosos hospitalizados sobre sua autonomia e as estratégias de enfrentamento apresentadas por estes durante a hospitalização. Para responder o objetivo da pesquisa, foram realizadas entrevistas com idosos hospitalizados, com 60 anos ou mais, com no mínimo uma semana de internação. A pesquisa é de natureza qualitativa, possui um caráter descritivo e exploratório e utilizou entrevista semiestruturada para a realização da coleta de dados. Foram analisados os dados através de categorias selecionadas a partir dos objetivos da pesquisa e conteúdo das entrevistas, fundamentando através do referencial teórico pré-definido. Na análise de dados percebeu-se que os idosos entrevistados se percebem autônomos na medida em que todos tomam suas próprias decisões e escolhas sem a impedição de outras pessoas, e esta autonomia não é prejudicada durante a hospitalização, uma vez que estão preocupados com a recuperação de sua saúde, utilizando-se assim de estratégias de enfrentamento saudáveis frente as situações estressoras citadas.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPsicologia - Pedra Branca
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDoentes hospitalizados - Aspectos psicológicospt_BR
dc.subjectIdosos - Psicologiapt_BR
dc.titleHospitalizaçãopt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Graduação em Psicologia)pt_BR
dc.hasPart95654_Mariana.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons