Show simple item record

dc.contributor.advisorFerreira, Paulo Robertopt_BR
dc.contributor.authorLindemayer, Eléa Lopespt_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:04:41Z
dc.date.available2016-11-30T15:04:41Z
dc.date.issued2013
dc.identifier1576pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1719
dc.description.abstractEste trabalho teve como objetivo principal a analise da possibilidade atual de resolução do conflito entre Reino Unido e Argentina quanto a soberania das Ilhas Malvinas, que apesar de ser um conflito que nunca cessou, passou um longo período sem tanta importância como há atualmente. Através de uma pesquisa exploratória, qualitativa, bibliográfica e documental, procurou-se apresentar aspectos históricos importantes relatados pelos dois lados envolvidos, desde o descobrimento, analisando em especial a Guerra de 1982, até os dias de hoje, uma vez que a historicidade encontrada é muito subjetiva. Analisou-se também a posição de países não envolvidos diretamente, mais especificadamente Brasil, Chile e Estados Unidos, e a participação de Organizações Internacionais, principalmente a Organização das Nações Unidas (ONU), pois o Comitê de Descolonização é, atualmente, a quem a Argentina mais recorre, e o Mercado Comum do Sul (MERCOSUL) que pretende aplicar restrições ao comércio com as Malvinas pela não resolução do conflito. A análise final se deu por estudo dos fatos relatados, principalmente o fator econômico que envolve as ilhas, uma vez que foi confirmada uma grande quantidade de petróleo explorável na região. Foi concluído que a solução do conflito atualmente é improvável, uma vez que não há diálogo entre os países e nenhum dos envolvidos se dispõe a ceder seus interesses em relação ao territóriopt_BR
dc.description.abstractThis essay had as main objective the analysis of the possibility of resolving the current conflict between the United Kingdom and Argentina in the question about the sovereignty of the Falkland Islands, which despite been an conflict that had never ceased , went a long time without much importance as there is today. Through an exploratory, qualitative, bibliographic and documental, sought to present important historical aspects reported by the two sides involved, since the discovery, in particular examining the War of 1982, until the present day, since the historicity found is very subjective. Also examined the position of countries not directly involved, more specifically Brazil, Chile and the United States, and the participation of International Organizations, particularly the United Nations (UN) as the Decolonization Committee is currently the one that Argentina refers more and the Mercado Comum do Sul (MERCOSUL) that want to apply restrictions on trade with the Falklands because the not resolved conflict. The final analysis was made by the study of the events reported, especially economic factor that surrounds the islands, since it is confirmed a large amount of exploitable oil in the region. Was completed that the denouement of the conflict is improbable, since the country involved don´t have any negotiation about the case, and none of them is willing to submit their will about the territoryen
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRelações Internacionais  - Florianópolis
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAdministração de conflitos - Falkland, Ilhaspt_BR
dc.titleO conflito das Ilhas Malvinaspt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Relações Internacionais)pt_BR
dc.hasPart109228_Elea.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons