Show simple item record

dc.contributor.advisorGuerra, José Baltazar Salgueirinho Osório de Andradept_BR
dc.contributor.authorBizzotto, Maria Eduarda Pereirapt_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:04:42Z
dc.date.available2016-11-30T15:04:42Z
dc.date.issued2012
dc.identifier1590pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1729
dc.description.abstractO tema de estudo do presente trabalho é a crise financeira de 2009 na Grécia. A importância desse trabalho se baseia no fato de que uma grave crise, como a da Grécia, em um dos blocos mais importantes do mundo, o bloco da União Européia, define o futuro do cenário internacional como um todo. Além disso, a crise da dívida representa o maior desafio para a UE desde a sua criação. Dessa forma, o problema da pesquisa está em identificar as principais causas da crise financeira grega de 2009. Os objetivos do estudo são: descrever a evolução da economia grega após a adoção do euro, conceituar a crise das dívidas soberanas, bem como seus impactos nas economias nacionais, e analisar os impactos da dívida soberana grega na sociedade. As informações presentes no trabalho foram coletadas, principalmente, em livros de autores importantes, como George Soros, Odete Maria de Oliveira, Joseph Stiglitz, entre outros, bem como em artigos científicos e periódicos na internet. O resultado da análise identificou três principais causas para a crise financeira grega. A primeira causa foi a crise financeira norte-americana de 2007, que além de atingir a Grécia, atingiu países como Portugal, Espanha, Irlanda e até mesmo a Itália. A segunda causa foi consequência do aumento desenfreado da dívida pública grega, e por fim, a falta de solidariedade e coordenação política da União Européia para resolver questões de endividamento público dos Estados da Zona Europt_BR
dc.description.abstractThe theme of this work is to study the 2009 financial crisis in Greece. The importance of this work lies on the fact that a serious crisis like that, in Greece, in one of the world?s major blocks, the block of the European Union, defines the future of the international scene as a whole. Furthermore, the debt crisis is the biggest challenge for the EU since its inception. Thus, the key problem is to identify the main causes of the Greek financial crisis of 2009. The study objectives are: to describe the evolution of the Greek economy after the adoption of the euro, conceptualizing the sovereign debt crisis and its impact on national economies, and analyze the impact of the Greek sovereign debt in society. The information contained in this article was collected mainly in important books by authors such as George Soros, Odete Maria de Oliveira, Joseph Stiglitz, among others, as well as articles on the internet. The result of the analysis identified three main causes for the Greek financial crisis. The first cause was the U.S. financial crisis in 2007, which besides reaching Greece, reached countries like Portugal, Spain, Ireland and even Italy. The second cause was the due to the rampant Greek public debt, and finally, the lack of solidarity and policy coordination in the European Union to resolve issues of public debt of euro zone statesen
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRelações Internacionais  - Florianópolis
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCrise econômica - Gréciapt_BR
dc.subjectDívida externa - Gréciapt_BR
dc.subjectRelações econômicas internacionaispt_BR
dc.titleDiário da crisept_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Relações Internacionais)pt_BR
dc.hasPart109259_Maria_Eduarda.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons