Show simple item record

dc.contributor.advisorMayer, Beatrice Maria Zanellato Fonsecapt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Julia Pereira dept_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:04:44Z
dc.date.available2016-11-30T15:04:44Z
dc.date.issued2012
dc.identifier1620pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1743
dc.description.abstractA presente pesquisa, caracterizada como um estudo de caso, descreve como o Banco do Brasil conduz a expatriação de seus executivos e identifica de que forma os principais impactos desse processo podem ser reduzidos. A expatriação caracteriza-se pelo envio de um profissional ao exterior para representar uma organização durante um período determinado. Através desse estudo, constatou-se que o Banco do Brasil realiza um processo formalizado que atende ao expatriado e seus familiares. Para desenvolver a análise, estudou-se a cultura organizacional e também as variáveis da cultura nacional. Além disso, os dados dessa pesquisa foram obtidos por meio da aplicação de questionários a um expatriado do Banco do Brasil e sua esposa, analisando-se duas situações de expatriação às quais os mesmos foram submetidos, uma a Portugal e outra ao Japão. A partir dos conceitos de cultura organizacional e cultura nacional, pode-se compreender que a cultura de uma organização se encontra diretamente vinculada à cultura nacional, que representa as percepções da vida em sociedade, os valores e costumes e a forma de governo dos diferentes grupos existentes. Nesse contexto, percebe-se que a cultura organizacional e a cultura nacional de um país representam importantes fatores que influenciam a expatriação de profissionais. De acordo com as informações obtidas por meio do questionário, a lacuna do ajustamento cultural se encontra relacionada ao apoio burocrático oferecido pelo Banco. Sobre isso, a literatura acerca da expatriação acrescenta que os principais impactos culturais sofridos nesse processo se referem ao ajustamento cultural, ao apoio familiar e ao suporte oferecido pela organização. A maioria desses impactos é trabalhada pelo Banco do Brasil; porém, existem demandas que a organização precisa suprir e para estas a pesquisa propôs algumas sugestõespt_BR
dc.description.abstractThis research describes how Banco do Brasil conducts the expatriation of its executives and identifies how the main cultural impacts of this process can be reduced. The expatriation is characterized by sending a professional to another country in order to represent an organization during a determined period. Through this study, it was verified that Banco do Brasil develops a formal process that attends the expatriate and his family. To develop this analysis, the organizational culture and the variables of national culture were studied. Also, this research's data were obtained through questionnaires directed to an expatriate from Banco do Brasil and his wife, analyzing two distinct expatriation situation in which they were submitted, one to Portugal and another to Japan. From the concepts of organizational culture and national culture, it was possible to comprehend that an organizational culture is directly linked to the national culture, which represents the perceptions of life in society, the common values and customs and the different ways of governing. In this context, it is noted that the country's organizational and national culture represent important factors that influence the expatriation. According to the information from the questionnaire, the cultural adjustment's gap is related to the burocratic support offered by Banco do Brasil. About this, the expatriation literature adds that the main impacts of this process are related to the cultural adjustment, the family support and the organizational support. Most of these impacts are handled by the institution; however, there are still demands that need to be supplied and for which the present research proposed some suggestionsen
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRelações Internacionais  - Florianópolis
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectExpatriaçãopt_BR
dc.subjectRelações internacionaispt_BR
dc.titleOs impactos decorrentes do processo de expatriação de executivos brasileirospt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Relações Internacionais)pt_BR
dc.hasPart109347_Julia.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons