Show simple item record

dc.contributor.advisorGonçalves, Jaci Rochapt_BR
dc.contributor.authorNietsche, André Demétriopt_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T15:06:02Z
dc.date.available2016-11-30T15:06:02Z
dc.date.issued2011
dc.identifier856pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/1918
dc.description.abstractO estudo a seguir tem o case da Lei Antifumo como o final anunciado para o cigarro, que foi retratado pela publicidade de formas opostas em um intervalo de um século. Durante sua história o hábito de fumar já foi tido como milagroso, espiritual, medicinal, impulsivo e destrutivo, chegando a um contexto repleto de interesses da indústria, da economia e principalmente por parte da saúde após comprovados os malefícios que culminaram em Leis de combate e a intervenção do hábito, hoje apoiado em campanhas que são premiadas e que influenciam novamente o comportamento em um novo contexto, agora contra o cigarro. Com a industrialização e a multiplicação de marcas, a publicidade vendeu por décadas através de anúncios descabidos de critério e ética. Enganar talvez não seja a palavra correta, pois havia aceitação do fumo, mas levou a uma manipulação comportamental que serviu de colchão enfumaçado onde o descanso são as doenças e o vício, que refletem em milhares de mortes em todo o mundopt_BR
dc.description.abstractThe study has followed the case as the Anti-Smoking Law announced the end to the cigarette, which was portrayed by advertising in opposite ways at an interval of a century. During its history, smoking has been regarded as miraculous, spiritual, medical, impulsive and destructive, bringing the full context of the interests of industry, economy and particularly by the proven health after the harm that culminated in combat and Laws intervention of the habit, now supported in campaigns that are rewarded and which influence the behavior again in a new context, now against the cigarette. With industrialization and the proliferation of brands, advertising sold through ads for decades unreasonable criteria and ethics. Cheating may not be the right word because there was acceptance of smoking, but led to a behavioral manipulation that served as a cushion smoky where rest and addiction are diseases that reflect thousands of deaths worldwideen
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPublicidade e Propaganda - Pedra Branca
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCampanhas publicitáriaspt_BR
dc.subjectcigarro - Víciopt_BR
dc.subjectResponsabilidade por produtos elaboradospt_BR
dc.subjectPropagandapt_BR
dc.titleA publicidade na vida e morte do cigarropt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.isReferencedByMonografia (Curso de Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Propaganda).pt_BR
dc.hasPart102730_Andre.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons