Show simple item record

dc.contributor.advisorMayer, Beatrice Maria Zanellato Fonseca
dc.contributor.authorDalmollin, Luiza Godoi
dc.coverage.spatialFlorianópolispt_BR
dc.date.accessioned2017-07-20T20:01:05Z
dc.date.available2017-07-20T20:01:05Z
dc.date.issued2017
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/2635
dc.descriptionThis work aimed to analyze the evolution of the scientific studies published in international journals of higher impact factor and with more citations, relating degree and speed of internationalization. For the theoretical contribution, the classic theories of internationalization of companies, the ones of economic perspective and the ones of behavioral perspective were approached. Methodologically this study fits as a descriptive research under a qualitative approach. Since this study followed the method of bibliographical research, the data collection procedure was performed through the bibliometric technique, in which the UNISUL Integrated Research platform was used to search for articles from international academic journals that dealt with topics such as speed, degree and internationalization, from year 2004. These articles were then filtered according to their relationship to the theme, academic relevance and degree of impact, resulting in a set of 24 articles. Afterwards, as a data analysis procedure, an integrative review of the literature was carried out, which consisted of understanding the lines of research, the types of studies that have been developed under the theme of internationalization speed and its relation to the degree of internationalization. In the integrative review, it was found that the measure used for the degree of internationalization has a strong limitation because it is based on the sales of the company. In studies on speed, an important advance was the consideration that the internationalization process is continuous, that is, the speed analysis does not end at the beginning of the company's international activities. As to the type of research, it has been verified that there is a greater number of empirical studies that are based on the classic theories of internationalization of companies, especially in networks and international entrepreneurship. Despite the proposal of this study to evaluate the evolution of the researches, what has been verified is a nonlinear evolution, that is, the theoretical studies are still being conducted to better define the constructs of what refers to the speed of internationalization. In summary, this issue has not yet reached a degree of maturation and consensus among the articles analyzed, indicating research gaps that need to be addressed, such as the studies related to the speed of internationalization after market entry.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho objetivou analisar a evolução dos estudos científicos publicados em revistas internacionais de língua inglesa de maior grau de impacto e com maior número de citações, relacionando grau e velocidade de internacionalização. Para o aporte teórico foram abordadas as teorias clássicas de internacionalização de empresas, de abordagem econômica e de abordagem comportamental. Metodologicamente este estudo se enquadra como uma pesquisa descritiva sob abordagem qualitativa. Por se tratar do método de pesquisa bibliográfica, o procedimento de coleta de dados ocorreu por meio da técnica bibliométrica, em que foram buscados, através da Pesquisa Integrada UNISUL, artigos de revistas acadêmicas internacionais que tratassem sobre os temas speed, degree e internationalization, a partir do ano de 2004. Em seguida, estes artigos foram filtrados de acordo com sua relação com o tema, relevância acadêmica e grau de impacto, resultando em um conjunto de 24 artigos. Posteriormente, como procedimento de análise de dados foi realizada a revisão integrativa da literatura, que consistiu em compreender as linhas de pesquisa e os tipos de estudos que vem sendo desenvolvidos sob o tema de velocidade de internacionalização e sua relação com o grau de internacionalização. Na revisão integrativa se constatou que a medida utilizada para o grau de internacionalização apresenta uma forte limitação por ser baseada nas vendas da empresa. Nos estudos sobre a velocidade, um avanço importante foi a consideração de que o processo de internacionalização é contínuo, ou seja, a análise de velocidade não acaba ao início das atividades internacionais da empresa. Quanto ao tipo de pesquisa se verificou que há um maior número de estudos empíricos, que se pautam nas teorias clássicas de internacionalização de empresas, sobretudo nas de network e empreendedorismo internacional. Mesmo com a proposta deste estudo em avaliar a evolução das pesquisas, o que se verificou é uma evolução não linear, ou seja, os estudos teóricos ainda estão sendo conduzidos para melhor definir os constructos do que se refere à velocidade de internacionalização. Em síntese esta temática ainda não atingiu um grau de maturação e consenso entre os artigos analisados, indicando lacunas de pesquisa que precisam ser conduzidas, como os estudos relacionados à velocidade de internacionalização pós entrada.pt_BR
dc.format.extent86 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRelações Internacionais  - Florianópolispt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectInternacionalização de empresaspt_BR
dc.subjectGrau de internacionalizaçãopt_BR
dc.subjectVelocidade de internacionalizaçãopt_BR
dc.titleOs avanços nas publicações internacionais sobre as relações entre o grau e a velocidade de internacionalização de empresaspt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons