Show simple item record

dc.contributor.advisorNascimento, Luiz Augusto Rocha do
dc.contributor.authorBraune, Newton
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2017-07-27T13:34:20Z
dc.date.available2017-07-27T13:34:20Z
dc.date.issued2017
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/2663
dc.description.abstractEste trabalho pretende analisar as transformações políticas ocorridas no Egito após a Primavera Árabe de 2011 e discutir os diversos ângulos que levaram o Governo eleito de Mohammed Morsi, pertencente à Irmandade Muçulmana, sair completamente de cena em pouco mais de um ano, com o retorno dos militares ao poder. O ano de 2012 foi extremamente emblemático para os egípcios, pois um novo Governo recém-eleito pela maioria de sua população, é expurgado do poder em pouco mais de doze meses. Analisar o jogo político entre as Forças Armadas e a Irmandade Muçulmana é fundamental para compreender a batalha travada pela manutenção do poder nesse conturbado período da história do Egito.pt_BR
dc.format.extent26pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAttribution 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/*
dc.subjectEgitopt_BR
dc.subjectPrimavera Árabept_BR
dc.subjectIrmandade Muçulmanapt_BR
dc.subjectMilitarespt_BR
dc.titleEgito 2012: As transformações após a Primavera Árabept_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons