Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorSilva, Ana Paula Ferreira da
dc.contributor.authorSantos, Kelly dos
dc.coverage.spatialPalhoça-SCpt_BR
dc.date.accessioned2017-09-25T18:26:29Z
dc.date.available2017-09-25T18:26:29Z
dc.date.issued2017
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/3015
dc.descriptionIntroduction: Adequate food and healthy living habits are indisputable at any age, especially in infancy where changes and changes in eating habits are taking place for the rest of their lives. Since school is a propitious environment to promote healthy eating habits, the school vegetable garden is one of the tools that can help in this process, because it encourages the consumption of healthy foods, besides the involvement of the whole school community in the activities of Food and health.Objective: To evaluate the role of the school garden as a food and nutritional education tool with elementary school students in 2017, at a Philanthropic school in the municipality of Palhoça - SC. Methodology: The population was composed of 12 pre-school children of both sexes between the ages of 4 and 5 years. In activity 1: activities were carried out to identify the food preferences and knowledge of the children using in natura foods, through questions to know if they knew where the food came from, if they knew a vegetable garden and how it was made. She gave out pictures with coloring pictures so the children would paint the ones they liked to eat and those they knew would circulate. Activity 2: Harvesting of existing foods in the garden, planting of new foods, tasting food harvested by them in the garden and finally give the same coloring again to know if after this experience their knowledge has changed. Results: After all this experience there were few changes in children's knowledge, if they knew where food came before the intervention, many children said that "it comes from the vegetable garden", "comes from the Kauan market near home" and after living with The children's garden came to understand that food before arriving at the greenhouse or in the market need to be previously planted in places intended for this activity being the garden an example of this, in relation to if they knew a vegetable garden and how it was made before the intervention many Children did not know what a vegetable garden was and how it was made and after the intervention they all came to know an hour and how it was made. Conclusion: There were few results due to the fact that the intervention was carried out in a short time and in isolation, not being incorporated into the pedagogical project and also because it was a very small sample due to the lack of interest of the relatives in the return of the consent term Free education and also because of the low involvement of educators.pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: A alimentação adequada e hábitos de vida saudáveis são indiscutíveis em qualquer idade, em especial na infância onde está ocorrendo transformações e mudanças nos hábitos alimentares que serão levados para o resto da vida. Sendo a escola é um ambiente propício para promover hábitos alimentares saudáveis, a horta escolar é uma das ferramentas que pode auxiliar nesse processo, pois por meio dela incentiva-se o consumo de alimentos saudáveis, além do envolvimento de toda a comunidade escolar nas atividades de alimentação e saúde. Objetivo: avaliar o papel da horta escolar como ferramenta de educação alimentar e nutricional com alunos do Ensino Fundamental no ano de 2017, em uma escola Filantrópica do município de Palhoça – SC. Metodologia: A população foi composta por 12 crianças em fase pré-escolar, de ambos os sexos com idade entre 4 e 5 anos. Na atividade 1: foi realizado atividades para identificar as preferências e conhecimentos alimentares das crianças utilizando os alimentos in natura, por meio de perguntas para saber se sabiam de onde vinham os alimentos, se conheciam uma horta e como ela era feita. Entregou-se desenhos com imagens para colorir para que as crianças pintassem aqueles que elas gostavam de comer e circulassem aqueles que elas conheciam. Atividade 2: realizado a colheita dos alimentos já existentes na horta, plantio de novos alimentos, degustação dos alimentos colhidos por elas na horta e por fim entregue novamente o mesmo desenho para colorir para saber se após essa vivência seus conhecimentos mudaram. Resultados: Após toda essa vivência observou-se poucas mudanças nos conhecimentos das crianças, se sabiam de onde vinham os alimentos antes da intervenção muitas crianças falaram que “vem da verdureira”, “vem do mercado Kauan perto de casa” e após a vivencia com a horta as crianças passaram a entender que o alimento antes de chegar à verdureira ou no mercado precisam ser antes plantados em locais destinados a essa atividade sendo a horta um exemplo disso, em relação se conheciam uma horta e como ela era feitas antes da intervenção muitas crianças não sabiam o que era uma horta e como ela era feita e após a intervenção todas passaram a conhecer uma hora e como ela era feita. Conclusão: Obtiveram-se poucos resultados devido ao fato da intervenção ter sido realizada em um curto tempo e de forma isolada, não sendo incorporada ao projeto pedagógico e também por ter sido uma amostra muito pequena devido à falta de interesse dos familiares na devolutiva do termo de consentimento livre esclarecido e também pelo baixo envolvimento dos educadores.pt_BR
dc.format.extent20 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofNutrição - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectAlimentação saudávelpt_BR
dc.subjectEscolarespt_BR
dc.subjectHábitos Saudáveispt_BR
dc.titleHorta escolar: hábitos alimentares saudáveis em crianças da educação infantilpt_BR
dc.title.alternativeSchool garden: healthy food habits in children of children educationpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Arquivos deste item

Thumbnail
Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Exceto quando indicado o contrário, a licença deste item é descrito como Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons