Show simple item record

dc.contributor.advisorBartilotti, Carolina Bunn
dc.contributor.authorRodrigues, Anny July
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2017-10-09T19:22:54Z
dc.date.available2017-10-09T19:22:54Z
dc.date.issued2013
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/3054
dc.description.abstractO presente trabalho objetiva Identificar e comparar a percepção de homens e mulheres sobre os fatores que mantém a relação conjugal satisfatória. O relacionamento conjugal constitui um aspecto central da vida adulta tendo implicações na saúde mental, saúde física e vida profissional de homens e mulheres. A satisfação conjugal é vista no século XXI como o termômetro dos relacionamentos amorosos e está relacionada à interferência de diferentes fatores, tais como: valores, atitudes e necessidades, sexo, presença de filhos, nível de escolaridade, nível cultural, dentre outros. A presente pesquisa propõe-se a contribuir ampliando o olhar sobre o que fazer para manter satisfatória a relação conjugal e também produzir conhecimento para que os terapeutas compreendam melhor as relações conjugais, podendo auxiliar estes profissionais no manejo desses casos. Esta é uma pesquisa do tipo exploratória, de natureza qualitativa, delineamento estudo de caso e de corte transversal. Foram realizadas leituras dos artigos encontrados na base de dados Scielo, Bireme e Google Acadêmico para que a pesquisa ocorresse, bem como a leitura de alguns livros para complementar o embasamento teórico. Foram sujeitos desta pesquisa oito pessoas, sendo quatro mulheres e quatro homens, a seleção dos participantes foi feita através da rede de relacionamentos da pesquisadora com as pessoas que se mostraram disponíveis em participar da pesquisa. Foi utilizado como instrumento de coleta de dados uma entrevista semiestruturada, com 17 questões, tais como, quais os fatores que contribuem para manter uma relação conjugal satisfatória? Vocês separam um tempo que é do casal? O que vocês fazem nos momentos de lazer? O que pode desgastar a relação conjugal? Sua individualidade é respeitada? Entre outras. Os dados foram categorizados e organizados em subcategorias, de forma que pudesse responder aos objetivos desta pesquisa. Realizou-se a análise de conteúdo e tratamento de dados deste material selecionado. Como principais resultados obtidos verificou-se tanto para os homens quanto para as mulheres que alguns fatores podem interferir na satisfação da relação, tais como a comunicação, o respeito, a relação sexual e o companheirismo; conclui-se que a falta destes podem interferir na satisfação do relacionamento conjugal. Outro aspecto analisado nesta pesquisa foi que casais com filhos pequenos, não conseguem separar um tempo somente do casal, e todos eles declaram que sentem falta de passarem mais tempo juntos, alguns momentos sem a presença dos filhos.pt_BR
dc.format.extent38 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPsicologia - Pedra Brancapt_BR
dc.subjectRelacionamentos conjugaispt_BR
dc.subjectManutenção e conjugalidadept_BR
dc.subjectInvestimento e conjugalidadept_BR
dc.titleComo manter a chama acesa? a percepção de homens e mulheres sobre os fatores que mantém a relação conjugal satisfatóriapt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons