Show simple item record

dc.contributor.advisorNascimento, Deise Maria do
dc.contributor.authorVieira, Matheus Sant’Ana
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2017-10-09T19:24:30Z
dc.date.available2017-10-09T19:24:30Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/3074
dc.description.abstractPretendeu-se com esta pesquisa caracterizar à participação social como mediadora no processo de constituição de pessoas. Para tanto, identificou-se os aspectos mediadores que conduzem à participação social e os sentidos atribuídos pelos participantes da pesquisa ao processo de tornar-se partícipe. Adotaram-se procedimentos metodológicos de caráter qualitativo, fundamentados na epistemologia construcionista das práticas de produção de sentido no cotidiano. Realizou-se entrevistas com duas pessoas que participam de um projeto comunitário na Grande Florianópolis, tendo sido os seus discursos interpretados a partir da adaptação do mapa de associação de ideias proposto por Mary Jane Spink (2013). No processo de análise, os discursos dos entrevistados foram organizados em categorias interpretativas, articuladas com os objetivos da pesquisa, bem como, com referencial teórico adotado. Evidenciaram-se mediações estabelecidas nas relações com a comunidade e, por meio destas mediações, pode-se identificar os sentidos atribuídos à participação social pelas pessoas entrevistadas. Constataram-se diferenças e semelhanças no processo de participação social das pessoas participantes da pesquisa. As semelhanças foram observadas em face dos significados das atividades comunitárias, por outro lado, as diferenças dizem respeito a produção de sentidos atribuídos ao processo participação social, destacando a dimensão subjetiva do fenômeno estudado. Por fim, pode-se observar que os sentidos configuram-se como mediações para o processo de participação social, sendo assim, os sentidos podem potencializar ou inviabilizar a constituição de pessoas partícipes. No caso das pessoas entrevistas, os sentidos constituíram-se como mediações que potencializaram a participação social.pt_BR
dc.format.extent26 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPsicologia - Pedra Brancapt_BR
dc.subjectParticipaçãopt_BR
dc.subjectMediaçãopt_BR
dc.subjectProdução de Sentidospt_BR
dc.subjectSubjetividadept_BR
dc.titleParticipação social, mediação e produção de sentidos: um estudo sobre a participação social e o processo de constituição de pessoas no contexto de um projeto comunitário da Grande Florianópolispt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons