Show simple item record

dc.contributor.advisorLohn, Joel Irineu
dc.contributor.authorSenna, Claudia Muller Goldberg
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2016-11-24T22:13:34Z
dc.date.available2016-11-24T22:13:34Z
dc.date.issued2014
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/12345/377
dc.description.abstractEste estudo apresenta a perícia papiloscópica e seus procedimentos em locais de crime e em material, definindo que as atividades desenvolvidas pela perícia criminal através da análise da impressão digital, podem incrementar o valor da imparcialidade da Justiça Criminal.O universo teórico buscou fundamentar o estudo em autores de referência na área da papiloscopia, em conjunto com a doutrina brasileira, a análise de manuais práticos de procedimentos e algumas outras obras. Afunção da prova pericial é de estabelecer a materialidade do delito, vinculando o autor à cena do crime e contribuindo para a elucidação do fato. O serviço deve considerar a acessibilidade a todos os envolvidos, principalmente aos segmentos excluídos, propiciando assim a inclusão social. Concluiu-se que a papiloscopia apresenta várias vantagens em relação a outros métodos de identificação humana existente se que a perícia criminal é um meio para alcançar a equanimidade da Justiça.pt_BR
dc.format.extent54pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofInteligência de Segurança - Unisul Virtual
dc.subjectPapiloscopiapt_BR
dc.subjectImpressão digitalpt_BR
dc.subjectCena de crimept_BR
dc.subjectIdentificação humanapt_BR
dc.subjectJustiçapt_BR
dc.titlePapiloscopia como método de identificação humana: uma contribuição á investigação criminalpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons