Show simple item record

dc.contributor.advisorBressan Júnior, Mário Abel
dc.contributor.authorMilak, Lucieli Cardoso
dc.coverage.spatialTubarão SCpt_BR
dc.date.accessioned2017-12-04T15:02:14Z
dc.date.available2017-12-04T15:02:14Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/3800
dc.description.abstractO uso de algoritmos tem sido uma fonte para muitas empresas para gerar um banco de informações sobre o usuário e estudar o seu comportamento e necessidades, por isso a importância de aprofundar os estudos sobre ele. Desta forma, surgiu o objetivo deste trabalho, que é descobrir a relação entre os algoritmos e a Teoria do Fã, e de que forma é possível atender às expectativas do seu público e auxiliar na criação de séries. O método utilizado para este artigo foi a análise de conteúdo, tendo como objeto de amostra três postagens de telespectadores da série “Stranger Things” da NETFLIX em fóruns de discussão online. Os resultados mostraram que há uma relação afetiva com os grupos de referência entre o usuário da plataforma Netflix com a série apresentada, comprovando a associação com a teoria do fã, que torna o algoritmo uma ferramenta essencial para produção de série.pt_BR
dc.format.extent25 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectAlgoritmospt_BR
dc.subjectTeoria do fãpt_BR
dc.subjectStranger Thingspt_BR
dc.subjectNetflixpt_BR
dc.subjectNarrativas televisivaspt_BR
dc.titleA relação dos algoritmos com a teoria do fã na produção de narrativas televisivas - estudo de caso da série “Stranger Things” da Netflixpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons