Mostrar registro simples

dc.contributor.advisorSoncini, Thaise Cristina Brancher
dc.contributor.authorEspíndola, Lílian Dressler de
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2017-12-14T19:49:40Z
dc.date.available2017-12-14T19:49:40Z
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/4343
dc.description.abstractObjetivo: Determinar os fatores de risco associados aos procedimentos de reanimação em recém-nascidos nascidos na sala de parto de uma maternidade de Santa Catarina. Métodos: Estudo observacional, com delineamento caso controle. Foi obtido uma amostra de 307 casos e 307 controles no período entre julho a dezembro/2016. Medida de associação o Odss Ratio (OR) com os respectivos intervalos de confiança (IC 95%), nível de significância estabelecido é de p <0,05. Resultados: Foi encontrado uma prevalência de 16% de reanimados. Aspiraração de vias aéreas foi a manobra mais utilizada e apenas 1,3% precisou de manobras agressivas. Adolescencia, líquido meconial, apresentações anômalas, partos cesáreos e sexo masculino são características mais frequentes nos recém-nascidos reanimados. Doenças crônicas maternas, gemelaridade, número de consultas pré-natais e tempo de ruptura das manobras não se mostraram significantes. Prematuridade e baixo peso tiveram grande correlação com a reanimação. Apenas 7 recém-nascidos foram a óbito na sala de parto e mais 7 até o sexto dia de vida. Conclusão: Parto na adolescência, mecônio, apresentação anômala, parto cesáreo e sexo masculino são fatores de risco para a reanimação. Recém-nascidos pré-termos e aqueles com <2500g possuem maior chance de serem reanimados. A qualidade do atendimento é fundamental para a melhora do Apgar e para a baixa mortalidade.pt_BR
dc.format.extent17fpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofMedicina - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectReanimação neonatalpt_BR
dc.subjectRecém-nascidopt_BR
dc.subjectHipóxia neonatalpt_BR
dc.subjectMortalidade neonatalpt_BR
dc.subjectManobras de reanimaçãopt_BR
dc.titleFatores de risco relacionados à necessidade de reanimação neonatal na sala de parto de uma maternidade de Santa Catarinapt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Arquivos deste item

Thumbnail
Thumbnail

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Exceto quando indicado o contrário, a licença deste item é descrito como Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons