Show simple item record

dc.contributor.advisorMagajewski, Flávio Ricardo Liberali
dc.contributor.authorSilva, Renata Alzira
dc.coverage.spatialFlorianópolis- SCpt_BR
dc.date.accessioned2018-06-05T13:59:48Z
dc.date.available2018-06-05T13:59:48Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/4886
dc.descriptionThis work refers to a research on work accidents in Brazil and large regions, focusing on accidents related to the activity of Forest Production - Planted Forest. The main objective of the study was to study the evolution of work accidents in Brazil related to this activity, between the years of 2009 to 2015 and, and indirectly to evaluate the application of the Norms Regulating pertinent to the prevention of accidents in rural activities - NR 31. The methodology used was an observational, descriptive, ecological research. The sources of information were the databases on work accidents of the Social Security: the Statistical Yearbooks of Social Security (SYSS / year) and the Statistical Yearbooks of Work Accidents (SYWA / year). Work accidents in all activities in Brazil had a reduction of approximately 16.5% in the period studied, while work accidents related to the forest production - planted forest had a reduction of approximately 52.98%. Accidents involving males fell by approximately 22%. On the other hand, accidents involving females presented a reduction of only 1.68%. The greatest number of accidents occurred in the age group of 25 to 29 years, followed by 30 to 34 years. The South Region was the region that obtained the highest fall in the incidence rate of accidents, reaching a variation of -62.90%. The Region with the lowest fall in the incidence rate was the Northeast Region, with a variation of -33.63%. All regions of Brazil had a reduction in the incidence of accidents in forestry production activities in relation to total work accidents, especially in the North, which presented a reduction of approximately 68%. The Central-West Region had the lowest reduction of around 17%. In Brazil, there was a 44.62% fall in the accidentality of forest production activity in Brazil in relation to the accidentality of all other sectors.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho refere-se a uma pesquisa sobre acidentes de trabalho no Brasil e grandes regiões, com enfoque em acidentes relacionado à atividade de Produção Florestal – Floresta Plantada. O principal objetivo do trabalho foi estudar a evolução dos acidentes de trabalho no Brasil relacionados a esta atividade, entre os anos de 2009 a 2015 e, e indiretamente avaliar a aplicação das Normas Regulamentadoras pertinentes à prevenção de acidentes nas atividades rurais – NR 31. A metodologia utilizada foi uma pesquisa observacional, descritiva, de tipo ecológica. As fontes de informações foram as bases de dados sobre acidentes de trabalho da Previdência Social: os Anuários Estatísticos da Previdência Social (AEPS / ano) e os Anuários Estatísticos de Acidentes do Trabalho (AEAT / ano). Os acidentes de trabalho em todas as atividades no Brasil apresentaram redução de aproximadamente 16,5% no período estudado, enquanto os acidentes de trabalho relacionados à atividade de produção florestal – floresta plantada tiveram redução de aproximadamente 52,98%. Os acidentes ocorridos com pessoas do sexo masculino reduziram em aproximadamente 22%. Já os acidentes envolvendo o sexo feminino apresentaram uma redução de apenas 1,68%. O maior número de acidentes ocorreu na faixa etária de 25 a 29 anos, seguida por 30 a 34 anos. A Região Sul foi a região que obteve maior queda da taxa de incidência de acidentes, chegando a uma variação de -62,90%. Já a Região com menor queda da taxa de incidência foi a Região Nordeste, com uma variação de -33,63%. Todas as regiões do Brasil tiveram uma redução na razão de incidência de acidentes nas atividades de produção florestal em relação ao total de acidentes de trabalho, com destaque para a região Norte, que apresentou uma redução de aproximadamente 68%. A Região Centro-Oeste apresentou a menor redução, de cerca de 17%. No Brasil houve uma queda de 44,62% na acidentalidade da atividade de produção florestal no Brasil em relação à acidentalidade de todos os outros setores.pt_BR
dc.format.extent44 f.pt_BR
dc.language.isosem idiomapt_BR
dc.relation.ispartofEngenharia Segurança do Trabalho - Florianópolispt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectAcidente de trabalhopt_BR
dc.subjectDados históricospt_BR
dc.subjectPrevidência socialpt_BR
dc.subjectNorma regulamentadorapt_BR
dc.titleAnálise temporal de acidentes de trabalho relacionados à atividade de produção florestal no Brasilpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaEngenhariaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons