Show simple item record

dc.contributor.advisorSchutz, Elinai dos Santos Freitas
dc.contributor.authorCordeiro, Rogério de Sousa
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2018-12-08T12:13:05Z
dc.date.available2018-12-08T12:13:05Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/6034
dc.description.abstractEste trabalho teve como objetivo principal analisar o nível de aptidão física de crianças de ambos os sexos, praticantes das modalidades de triathlon e natação na faixa etária escolar de 7 a 12 anos. Nessa idade as crianças estão na transição da fase fundamental de movimentos para a fase de movimentos especializados. A modernização e o avanço desenfreado da tecnologia somado a falta de espaços influencia muito no desenvolvimento da criança hoje em dia, a falta de interesse por atividades físicas contribui para o não desenvolvimento gradual destas aptidões. Esta pesquisa caracteriza-se como aplicada de abordagem qualitativa, descritiva e exploratória. Participaram 32 crianças, sendo 17 da modalidade natação (12 do sexo feminino e 5 do sexo masculino), com média de idade de 9 ± 1 anos (7 a 12 anos); e 15 da modalidade triathlon (5 do sexo feminino e 10 do sexo masculino), com média de idade de 10 ± 2 anos (7 a 12 anos). Foi utilizado o Manual de Testes e Avaliação do Projeto Esporte Brasil PROESP-Br de Gaya e Gaya (2016). A coleta de dados deu-se através da aplicação da bateria de testes para avaliação de parâmetros de saúde e desempenho motor como: medidas de dimensão corporal (massa corporal, estatura, envergadura, índice de massa corporal IMC); Testes de aptidão física para saúde como: teste de aptidão cardiorrespiratória (corrida/caminhada dos 6’), teste de flexibilidade (sentar e alcançar/cm), teste de resistência muscular localizada (nº de abdominais em 1’.–Sit-up); Testes de aptidão física para o desempenho esportivo como: teste de força explosiva de membros superiores(arremesso de medicine Ball-2kg), teste de velocidade de deslocamento (corrida de 20m/seg.). Para a análise dos dados utilizou-se parâmetros da estatística descritiva (média, desvio padrão, frequência simples e relativa). Em seguida foram comparados com os valores de referência do PROESP-BR. Em relação ao IMC as crianças foram classificadas como saudáveis porém entre os praticantes de triathlon, os dados apresentados chamam a atenção em relação ao peso, sobrepeso (7) 46,67% e obesidade (2) 13,33%. Os resultados de capacidade cardiorrespiratória (teste 6’), na modalidade natação, todos os participantes foram classificados dentro da zona saudável, em contrapartida no triathlon das 15 crianças quatro (26,67%) encontram-se na fase de risco. No teste de resistência abdominal realizado para avaliação da força/resistência muscular localizada, os atletas da natação obtiveram índices maiores para o padrão saudável. No triathlon os resultados ficaram bem próximos. A partir da classificação de força de membros superiores, grande parte das crianças foram classificadas como muito bom (7 natação e 7 triathlon) e excelente (5 natação e 3 triathlon). Quanto a classificação da velocidade verifica-se que as crianças praticantes de triathlon e natação apresentaram resultados positivos, sendo que no triathlon a grande maioria foi classificada como excelente (9) e muito bom (2) e na natação (10) muito bom e (4) excelente.pt_BR
dc.format.extent31 fpt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEducação Física Bacharelado - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectaptidão físicapt_BR
dc.subjectatividade físicapt_BR
dc.subjectmovimentospt_BR
dc.titleAptidão física de crianças de 7 a 12 anos praticantes de natação e triathlonpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons