Show simple item record

dc.contributor.advisorRosa, Josélia Euzébio dapt_BR
dc.contributor.authorGaldino, Ana Paula da Silvapt_BR
dc.date.accessioned2016-11-30T14:54:57Z
dc.date.available2016-11-30T14:54:57Z
dc.date.issued2016
dc.identifier2034pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/603
dc.description.abstractO objetivo desta pesquisa foi investigar o conhecimento matemático dos estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental sobre o conceito de multiplicação. Consideramos que este é composto por abstrações, generalizações e conceitos. A referência foi a Teoria Histórico-Cultural, mais especificamente a distinção entre pensamento teórico e empírico. Os dados de pesquisa foram obtidos por meio do acompanhamento de uma turma de 3º ano escolar, de uma escola da rede estadual, no município de Tubarão, durante o segundo semestre de 2014. A coleta de dados foi realizada em dois momentos: observação das aulas de Matemática e entrevistas individuais com os estudantes, após a realização das avaliações propostas pela professora, a fim de compreender o pensamento adotado para a resolução das questões. Para a análise dos dados, utilizou-se: 1) Descrição construída a partir dos dados que constituem a essência do fenômeno investigado. 2) Revelação da unidade de análise do objeto de pesquisa: a relação entre a lógica adotada no processo de ensino e aprendizagem e o conhecimento produzido pelos estudantes sobre o conceito de multiplicação. 3) Abstrações auxiliares, extraídas no decorrer do processo de organização dos dados: o tipo de generalização, abstração e conceito desenvolvido pelos estudantes. 4) Elaboração dos episódios que explicitam a unidade de análise e os isolados. Os resultados obtidos são semelhantes àqueles detectados por Davýdov (1982) ao analisar as proposições para o ensino de Matemática em seu país (Rússia) no século XX, por ele denominado de ensino tradicional por sustentar-se na teoria empírica. Nessa perspectiva, a elaboração do conhecimento segue o esquema percepção - representação - conceito. O conceito formado a partir desse movimento de generalização e abstração constitui o conteúdo do conhecimento empírico. Como forma de superação, Davýdov propõe outro modo de organização do ensino, tal como apresentamos ao final da presente dissertação por meio de um diálogo com algumas reflexões brasileiras fundamentadas na Teoria Histórico-Cultural.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEnsinopt_BR
dc.subjectMatemática - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectMatemática - Problemas, exercícios, etc.pt_BR
dc.subjectEducação - Finalidades e objetivospt_BR
dc.titleO conhecimento matemático de estudantes do 3º ano do ensino fundamental sobre o conceito de multiplicação: um estudo com base na teoria histórico culturalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.isReferencedByDissertação (mestrado)pt_BR
dc.hasPart111436_Ana.pdfpt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record


Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons