Show simple item record

dc.contributor.advisorPiemontez, George Roberts
dc.contributor.authorPereira, Eduardo
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2018-12-08T12:45:58Z
dc.date.available2018-12-08T12:45:58Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/6040
dc.description.abstractO surfe é uma modalidade antiga, suportou um grande preconceito e hoje atrai uma grande quantidade de praticantes, seja para o alto rendimento, fins recreativos e lazer. Este estudo bibliográfico teve como objetivo geral analisar a tendência dos estudos voltados para o surfe, através de artigos disponibilizados nas seguintes bases de dados: SciELO, PUBMED, MEDLINE, SCIENCEDIRECT, WEB OF SCIENCE, GOOGLE SCHOLLAR, DOAJ, LILACS, SPORTDISCUS, REDALYC, BIREME, COCHRANE. Os critérios de seleção dos artigos foram baseados em seus títulos, palavras-chave, resumos e objetivos. Para inclusão no estudo os artigos também deveriam se encaixar em uma categoria pré-determina classificada como “desempenho esportivo”, que contava com cinco subcategorias, sendo elas variáveis fisiológicas, treinamento físico, variáveis psicológicas, cinesiologia e biomecânica. Foi utilizada a análise de conteúdo com o apoio do quadro operacional (LAVILLE e DIONE,1999), utilizando as ferramentas de unidades de significância e reagrupamento temático. Os principais resultados mostram que 43 estudos são de origem estrangeiras e 24 de origem nacional, como principais instrumentos utilizados nos estudos mapeados temos questionários, filmagens, frequencímetros e ergômetros. A categoria com mais estudos foi a Variáveis fisiológicas com 28 estudos, sendo os estudos que analisaram as capacidades utilizadas no surfe como os mais encontrados na literatura. estudos que analisaram variáveis fisiológicas, essa vantagem apresentada pode ser pelo fato de que esse tipo de estudo se torna mais fácil de ser realizado e apresenta um menor custo aos pesquisadores. Em contrapartida, ressalta-se ainda que no caso de algumas categorias a ciência apresenta uma defasagem principalmente a categoria Biomecânica, no que diz respeito a análise do movimento de atletas de surfe durante a prática (cinemática e cinética). Este fato pode ser atribuído pelo seu ambiente e pela dificuldade de equipamentos adaptados a ele (esporte aquático).pt_BR
dc.format.extent23 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEducação Física Bacharelado - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/*
dc.subjectSurfept_BR
dc.subjectSurfistapt_BR
dc.subjectEsportept_BR
dc.titleMapeamento da tendência de estudos no surfept_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons