Show simple item record

dc.contributor.advisorFortunato, Sâmia Mônica
dc.contributor.authorNascimento, Elisa de Miranda do
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2018-12-11T13:37:55Z
dc.date.available2018-12-11T13:37:55Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/6218
dc.description.abstractO Código de Processo Civil de 2015, trouxe grandes mudanças no quadro processual civil brasileiro sendo que, dentre estas mudanças se destacam os precedentes judiciais vinculantes os quais vinculam o próprio órgão que o instituiu, bem como os demais órgãos julgadores subordinados a ele. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo geral verificar se o princípio do livre convencimento motivado foi extinto da atual carta processual civil, e como objetivos específicos, abordar os princípios norteadores do Processo Civil, inclusive o do livre convencimento motivado; apresentar o sistema de precedentes, sua força vinculante bem como seus efeitos e identificar se o princípio do livre convencimento motivado ainda vige no ordenamento jurídico brasileiro. O procedimento metodológico utilizado é o monográfico e a técnica de pesquisa utilizada é a bibliográfica, visto que se baseia nos estudos realizados por meio de legislações, doutrinas e artigos. O método de abordagem é o dedutivo de natureza qualitativa. Serão trazidos os conceitos primordiais do direito processual civil, alguns princípios que o norteiam, o sistema de precedentes, suas origens, elementos, técnicas de aplicação utilizadas pelos magistrados, o dever de uniformização jurisprudencial como meio de facilitar a efetividade do precedente, a vinculação do magistrado à eles e o livre convencimento motivado, bem como os efeitos dessa vinculação. Diante de todas as argumentações doutrinárias utilizadas, será verificado que o princípio do livre convencimento motivado não é mais compatível com a ordem jurídica brasileira pois, sob a ótica do atual Código de Processo Civil, o livre convencimento motivado não se coaduna com as diretrizes constitucionais enquadradas no Estado Democrático de Direito, não sendo mais aceitável que casos semelhantes tenham decisões completamente divergentes, e casos distintos tenham decisões idênticas, casos que, colocariam em risco a própria efetividade do sistema de precedentes como também violariam direitos e garantias constitucionais asseguradas a todos os jurisdicionados.pt_BR
dc.format.extent78 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofDireito - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectLivre convencimento motivadopt_BR
dc.subjectPrecedentespt_BR
dc.subjectVinculaçãopt_BR
dc.titleO princípio do livre convencimento motivado sob o enfoque da observância dos precedentes judiciais instituídos pelo vigente Código de Processo Civilpt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons