Show simple item record

dc.contributor.advisorDutra, Ana Regina de Aguiar
dc.contributor.authorMazon, Simone
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2019-07-17T17:34:18Z
dc.date.available2019-07-17T17:34:18Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/7836
dc.description.abstractA sustentabilidade é um termo comumente associado à questões relacionadas ao meio ambiente, no entanto, o conceito é mais amplo e diz respeito à ações que promovam o crescimento econômico e social, sem comprometer o bem estar das próximas gerações. A literatura relata inúmeras iniciativas das universidades ao redor do mundo no sentido de tornar a sustentabilidade o foco crítico no ensino, pesquisa, extensão e operações buscando maneiras inovadoras de avaliar e relatar este movimento. No Brasil, as universidades comunitárias ocupam um importante papel de descentralizar o ensino superior e tem relevância em termos de número de estudantes e de impacto econômico sobre os municípios. Neste sentido, esta dissertação teve o objetivo de apresentar a modelagem de um framework capaz de auxiliar as universidades comunitárias de Santa Catarina, sul do Brasil, na autoavaliação de sua maturidade em termos de sustentabilidade. A pesquisa iniciou com a análise dos Planos de Desenvolvimento Institucionais buscando entender como a sustentabilidade está presente nos objetivos e metas deste documento. Partindo disto, foi proposto um instrumento que pudesse auxiliar na autoavaliação de diversos aspectos relacionados às dimensões do conceito de sustentabilidade: social, econômica e ambiental. A base teórica para o desenvolvimento do instrumento foi a descrição das metodologias de ferramentas de avaliação de sustentabilidade consagradas e utilizadas por universidades internacionais, juntamente com a percepção e interpretação de gestores das universidades comunitárias catarinenses. O resultado desta construção foi um framework de autoavaliação progressiva que poderá capacitar as universidades comunitárias a coletar, registrar e relatar suas ações, tornando o processo de avaliação externo mais simplificado. Espera-se com esta pesquisa que as universidades comunitárias de Santa Catarina possam iniciar um caminho que as leve a estar entre as instituições de nível superior integralmente comprometidas com a sustentabilidade.pt_BR
dc.format.extent80 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPrograma de Pós-Graduação em Ciências Ambientaispt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.subjectUniversidades comunitáriaspt_BR
dc.subjectAvaliação de sustentabilidadept_BR
dc.titleSustentabilidade nas instituições de ensino superior: um framework de autoavaliação progressiva para universidades comunitáriaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.coadvisorCosta, Rogério Santos da
dc.subject.areaEngenhariaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons