Show simple item record

dc.contributor.advisorMagnago, Rachel Faverzani
dc.contributor.authorZanella, Helena Cristina Moreira
dc.coverage.spatialPalhoçapt_BR
dc.date.accessioned2019-08-27T18:17:13Z
dc.date.available2019-08-27T18:17:13Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/8064
dc.description.abstractA água é um recurso natural essencial para a manutenção da vida no planta terra e, por ter esta função vital, necessita ser cedida aos seus consumidores, de modo que possua boa qualidade, além de quantidade suficiente para abranger a demanda. Quanto à qualidade, há parâmetros físico-químicos e biológicos a serem analisados para averiguar a veracidade da qualidade da água.Pouco se tem de reuso de águas em instituições de ensino, mesmo sendo um recurso de elevado consumo em laboratórios de química.Estes ambientes que comportam o reusam das águas,podem ser adaptadas as tecnologias consolidadas referente ao reaproveitamento do solvente, e que são utilizadas em áreas de indústria, comercio, agricultura, residencial, instituições em geral. Tendo em vista a importância deste tema, o estudo avaliou as águas de um sistema de reuso, oriundas do processo de destilação do Laboratório de Química, quanto aos parâmetros físico-químicos e biológicos, no Campus Pedra Branca, da Universidade do Sul de Santa Catarina. Para o processo de análise da água, investigaram-se os parâmetros temperatura, turbidez, cor, coliformes fecais e termotolerantes e o potencial hidrogeniônico. Além destes, foram verificadas o acumulo de pluviometria para nos meses amostrados dos anos de 2015, 2016, 2017 e 2018. Quanto aos resultados obtidos, para as 54 amostras investigadas não foi observado cor e nem turbidez na água, já a temperatura contatada na coleta da amostra de água para o poço artesiano variou de 17ºC a 26ºC e o pH na faixa de 6,20. As amostras do dia 11 de abril de 2016 e 03 de abril de 2017 do poço artesiano foram positivas, segundo a Portaria 2914/2011 e a Resolução CONAMA 357/2005. Observou-se com o trabalho, que os parâmetros de qualidade da água da entrada e saída do sistema de recirculação foram mantidos, quanto aos parâmetros de qualidade da água de abastecimento estes são influenciados pelos níveis de precipitação, mas apresentaram valores satisfatórios como resultados, pois, atenderam o estabelecido nas legislações brasileiras vigentes. Com isso, julga-se adequado o reuso das águas dos sistemas de refrigeração do Laboratório de Química, para fins como lavações de pisos, descargas sanitárias, e regas de jardins entre outras funções associadas.pt_BR
dc.format.extent43 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEngenharia Ambiental e Sanitária - Pedra Brancapt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectAnálise da águapt_BR
dc.subjectQualidade da águapt_BR
dc.subjectSistema de reusopt_BR
dc.subjectLaboratório de químicapt_BR
dc.titleAnálises físico-químicas das águas provenientes dos sistemas de recirculação do laboratório de químicapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaEngenhariaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons