Show simple item record

dc.contributor.advisorYared, Yalin Brizola
dc.contributor.authorBlasius, Kamila Weber
dc.coverage.spatialTubarãopt_BR
dc.date.accessioned2019-11-11T13:32:58Z
dc.date.available2019-11-11T13:32:58Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/8293
dc.descriptionThis research aimed to analyze the Pedagogical Project of the Degree Course in Biological Sciences of the University of Southern Santa Catarina / UNISUL, from the theoretical perspective of critical thinking and emancipatory sexual education, to unveil indicators that favor the formation of future teachers of Sciences and Biology. It was configured in a qualitative, exploratory and descriptive study. It was fundamentally characterized as a documentary analysis guided by the philosophical paradigm of dialectical historical materialism, which used the dialectical method of reality analysis. The documentary research, defined by Ludke and André (1986), presented itself as a technique of qualitative data approach, complementing information or unveiling new perspectives of a theme or problem. For the elaboration of the indicators we used Silvério and Marcomin, (2013), Zeglin (2016), Marcomin, Silvério and Silveira, (2017) and Silva (2019). Data analysis was based on the Content Analysis described by Triviños (2012) and Bardin (2014). From the analysis it was possible to realize the concern with the insertion of the future teacher in society and in the world of work, so that she can fully experience the profession and aware of its role in the formation of beings. We registered PPC's concern with overcoming banking education, encouraging articulated experiences, with reflective, investigative and problematic practices. Capable, therefore, of promoting critical thinking. We also note that, due to the significant number of indicators, there is concern for the health of their future professionals, as well as for them to be able to hold public debates on health policies and sexual health. However, contradictions and weaknesses were recorded, which evidenced in essence a possible non-experience of the PPC by the full but fragmented student. The absence of an explicit form of the area of Education and the performance in Basic Education as a guiding thread of the PPC in its entirety was evidenced, including a specific guideline on this for scientific research. Furthermore, we note that sexuality and sex education are not explicitly contemplated as themes to be problematized in the formation of future teachers of science and biology, nor presented any guiding paradigm for their approach. We understand the need for a holistic and emancipatory vision, promoting sexual health and respect for diversity, emphasizing the importance of approaching sexuality systematically, intentionally and based on scientific knowledge to contribute to overcoming and reframing taboos, myths, prejudices and of the hegemonic pattern of heterosexuality. Therefore, to overcome the medical-biologist conception reproduced through the hidden curriculum, promoting Sexual Rights as Human Rights and critical awareness of the complexity of this process. Finally, we note that in the studied PPC there are no indicators of sexuality, sex education and critical thinking explicitly in its prescribed curriculum, but which implicitly appear through the other indicators analyzed. We conclude, therefore, that this document, although in need of readjustment, presents support for working on the themes under analysis, in the most diverse areas of education, thus strengthening the initial formation of future teachers of science and biology.pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa objetivou analisar o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade do Sul de Santa Catarina/UNISUL, sob a perspectiva teórica do pensamento crítico e da educação sexual emancipatória, para desvelar indicadores que favoreçam à formação de futuros professores/as de Ciências e Biologia. Se configurou em um estudo qualitativo, de natureza exploratória e descritiva. Caracterizou-se fundamentalmente como uma análise documental orientada pelo paradigma filosófico do materialismo histórico dialético, que utilizou o método dialético de análise da realidade. A pesquisa documental, definida por Ludke e André (1986), apresentou-se como uma técnica de abordagem de dados qualitativos, complementando informações ou desvelando novas perspectivas de um tema ou problema. Para a elaboração dos indicadores utilizamos Silvério e Marcomin, (2013), Zeglin (2016), Marcomin, Silvério e Silveira, (2017) e Silva (2019). A análise dos dados foi pautada na Análise de Conteúdo descrita por Triviños (2012) e Bardin (2014). A partir das análises foi possível perceber a preocupação com a inserção do futuro docente na sociedade e no mundo do trabalho, para que vivencie a profissão de forma plena e com consciência de seu papel formador de seres. Registramos a preocupação do PPC com a superação da educação bancária, incentivando vivências articuladas, com práticas reflexivas, investigativas e problematizadoras. Capazes, portanto, de promover o pensamento crítico. Registramos também que, pelo número expressivo de indicadores, há a preocupação com a saúde de seus futuros profissionais, bem como, para que sejam capazes de realizar debates públicos sobre políticas de saúde e saúde sexual. Contudo, contradições e fragilidades foram registradas, que evidenciaram em essência uma possível não vivência do PPC pelo graduando de forma plena, mas fragmentada. Evidenciou-se a ausência de forma explícita da área da Educação e da atuação na Educação Básica como fio condutor do PPC em sua totalidade, inclusive, uma linha orientadora específica sobre esta para as pesquisas científicas. Ainda, registramos que a sexualidade e a educação sexual não são contempladas explicitamente como temáticas a serem problematizados na formação de futuros professores de Ciências e Biologia, nem apresentado algum paradigma orientador para sua abordagem. Compreendemos a necessidade de uma visão holística e emancipatória, promovendo a saúde sexual e o respeito às diversidades, ressaltando a importância da abordagem da sexualidade de forma sistemática, intencional e pautada no conhecimento científico para contribuir na superação e ressignificação de tabus, mitos, preconceitos e do padrão hegemônico da heterossexualidade. Logo, para a superação da concepção médico-biologista reproduzido por meio do currículo oculto, promovendo Direitos Sexuais enquanto Direitos Humanos e a consciência crítica da complexidade desse processo. Por fim, registramos que no PPC estudado não há indicadores de sexualidade, educação sexual e de pensamento crítico de forma explícita em seu currículo prescrito, mas que implicitamente aparecem por meio dos demais indicadores analisados. Concluímos, portanto, que o referido documento, embora necessite de reajustes, apresenta respaldo para trabalhar as temáticas em análise, nos mais diversos âmbitos do ensino, fortalecendo assim, a formação inicial de futuros professores de Ciências e Biologia.pt_BR
dc.format.extent279 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofCiências Biológicas Licenciatura - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectFormação de professores de ciências e biologiapt_BR
dc.subjectEducação sexual emancipatóriapt_BR
dc.subjectPensamento críticopt_BR
dc.subjectProjeto pedagógico do cursopt_BR
dc.titleFormação de professores de ciências e biologia: uma análise documental do PPC do curso de ciências biológicas sob a perspectiva teórica do pensamento crítico e da educação sexual emancipatóriapt_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Biológicaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons