Show simple item record

dc.contributor.advisorHuber, Ana Cristina da Silva Mendes
dc.contributor.authorPolitis, Stefano Dimitriou Garcia
dc.coverage.spatialTubarão/SCpt_BR
dc.date.accessioned2019-11-26T23:32:26Z
dc.date.available2019-11-26T23:32:26Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/8354
dc.descriptionINTRODUCTION: Nowadays it is well known that professional football has been modernizing, and with it many methods of physical preparation have been evolving. With this, the training methodologies of bodybuilding, as well as their equipment, accompany this modernity giving the physical trainer greater qualification of the work and consequently better results. OBJTEVIO GENERAL: The objective of this study was to verify the prevalence of injuries in amateur soccer players practicing and not practicing bodybuilding. METHODS: Twenty amateur soccer players from the Mastercel / C & A Fut11 club, from the city of Imbituba / SC, aged> 18 years, male 10 players practiced resistance exercise and 10 did not practice resistance exercise. RESULTS: Both groups have lesions with a higher prevalence in LLL (lower limbs). For non-bodybuilders, the knee (80%) was the most affected region, followed by lower back (60%) and hip / thigh (50%). The most prevalent lesions were knee (70%), lower back (40%) and hip / thigh (30%). CONCLUSION: Football is a very harmful sport with a significant prevalence in the limbs even with the practice of resistance exercise, the incidence of injuries is high, however, it is possible to recover and even prevent them, with a specific training program for the athlete and with a correct instruction for the execution of the exercises.pt_BR
dc.description.abstractINTRODUÇÃO: Nos dias atuais é notório que o futebol profissional vem se modernizando, e com ele muitos métodos de preparação física vêm evoluindo. Com isso, as metodologias de treinamento de musculação, bem como seus aparelhos, acompanham essa modernidade proporcionando ao preparador físico maior qualificação do trabalho e consequentemente melhores resultados. OBJTEVIO GERAL: O objetivo do trabalho foi verificar a prevalência de lesões em atletas amadores de futebol praticantes e não praticantes de musculação. MÉTODO: Participaram desta pesquisa 20 jogadores de futebol amador do clube Mastercel/C&A Fut11, da cidade de Imbituba/SC, com idade > 18 anos, do sexo masculino 10 jogadores praticam exercício resistido e 10 não praticam exercício resistido. RESULTADO: Ambos os grupos possuem lesões com uma prevalência maior em MMII (membros inferiores). Para os não praticantes de musculação o joelho (80%) foi à região mais afetada, seguido por parte inferior das costas (60%) e quadril/coxa (50%). Para os praticantes de musculação as lesões mais prevalentes também foram o joelho (70%), parte inferior das costas (40%) e quadril/coxa (30%). CONCLUSÃO: O futebol é um esporte muito lesivo, com uma prevalência significativa nos membros inferiores. Mesmo com a prática do exercício resistido, a incidência de lesões é alta, contudo, é possível recuperar e até mesmo preveni-las, com um programa de treinamento especifico para o atleta e com uma instrução correta para a execução dos exercícios.pt_BR
dc.format.extent13pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofEducação Física Bacharelado - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectMusculação lesão futebolpt_BR
dc.titleA prevalência de lesões em atletas amadores de futebol, praticantes e não praticantes de musculaçãopt_BR
dc.title.alternativeThe prevalence of injuries in soccer amateur athletes who pratice and not pratice musculationpt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons