Show simple item record

dc.contributor.advisorBuss, João José
dc.contributor.authorVozzi, Sharonn Karen Alves Rodriguez
dc.coverage.spatialTubarão/ SCpt_BR
dc.date.accessioned2019-12-16T14:51:40Z
dc.date.available2019-12-16T14:51:40Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/9112
dc.descriptionOBJECTIVE: To analyze philosophically and legally cannibalism as a state of necessity, one of the exclusionary of unlawfulness, provided for in articles 23 and 24 of the Brazilian Penal Code, discussing the possibility of the Judiciary receiving the cannibalism under a state of need and also, if the case is committed ethically, that is, to commit murder at the end of the present danger of survival to protect ethical right itself from a philosophical point of view. RESULTS: Wakes up discussions on philosophical and sociological issues, where, around the world where personal interests are increasingly heightened, resolving the need to think of another one for human evolution. Observance and application of the principle of human dignity is of utmost importance in analyzing a concrete case of cannibalism under the state of necessity. METHOD: A research has a qualitative approach, is an exploratory and theoretical-bibliographical research. CONCLUSION: History is a story, as in the past years, a story changes. Philosophy changes, so morale changes; but not ethics. Finally, it is understood that what is moral today may not be in the future. It is changeable as far as the conclusion of this work.pt_BR
dc.description.abstractOBJETIVO: analisar filosófica e legalmente o canibalismo como estado de necessidade, uma das excludentes de licitudes, disposto nos artigos 23 e 24 do Código Penal Brasileiro, discorrendo acerca da possibilidade do acolhimento do Judiciário do canibalismo sob estado de necessidade e também, se o ato cometido é ético, ou seja, se cometer homicídio a fim de sobreviver de atual perigo para proteger direito próprio é ético do ponto de vista filosófico. RESULTADOS: desperta-se discussões de viés filosófica e sociológica, onde, num mundo onde os interesses pessoais são cada dia mais enaltecidos, olvidando da necessidade que pensar no outro é para a evolução humana. A observância e aplicação do princípio da dignidade humana é de extrema importância ao analisar um caso concreto de canibalismo sob estado de necessidade. MÉTODO: A pesquisa tem abordagem qualitativa, é uma pesquisa exploratória e é teórica-bibliográfica. CONCLUSÃO: A Filosofia é uma história, conforme os anos passem, a história muda. A Filosofia muda, logo, a moral muda; mas não a ética. Por fim, entende-se que, hoje, o que é moral, pode ser que num futuro não seja mais. Ela é mutável, tanto quanto a conclusão deste trabalho.pt_BR
dc.format.extent48 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofDireito - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-ShareAlike 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/br/*
dc.subjectCanibalismopt_BR
dc.subjectEstado de necessidadept_BR
dc.subjectMoralidadept_BR
dc.titleCanibalismo como estado de necessidade: um contraponto entre a legalidade e a moralidadept_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-ShareAlike 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-ShareAlike 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons