Show simple item record

dc.contributor.advisorRocha, Luciano Daudt da
dc.contributor.authorLima, Franciéli Eleodoro de
dc.coverage.spatialFlorianópolispt_BR
dc.date.accessioned2020-03-30T22:16:58Z
dc.date.available2020-03-30T22:16:58Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/9296
dc.descriptionThis paper aims to analyze the conservative national and right population movements, which the main factor is the anti-immigration speech. They represent identity crises in the world which are nothing more than descriptions and decentralization of threats with the political class, due to job losses, decreased sales, economic stagnation and security. A political moment of political speeches and demagogic leaders who use the resentment of nationals against immigrants blamed for the country's internal problems. To understand the current anti-immigration approach of Republican politicians of the United States this work is divided into four chapters, which contains qualitative and bibliographical research from official websites, the press, social networks of Republicans of the United States National Congress: 196 members and 51 senators beyond the centrality in the figure of President-elect Donald Trump in the anti-speech of immigration in the country. In the first chapter, a brief introduction addresses the migratory movements nowadays. In the second, the two major events that had the greatest repercussion of these national movements in the world are analyzed: Brexit, leaving the United Kingdom from the European Union and a selection of Donald Trump in the United States. In both are analyzed the discourses and justifications given by politicians and leaders in defense of national sovereignty. The third chapter is presented as a configuration and mapping of the US National Congress at the moment and presents the most cited subjects in the speeches of politicians, clarifying the issues. Finally, the fourth chapter presents the pillars of the reform of the US immigration system, which coincides with an approach as the most problematic issues in the country and as indicated solutions, projects, and changes in the process of improving the national immigration system. The conclusion of this paper shows how US society encourages only one type of immigrant, the highly specialized ones, opposing other types of immigrants by using economic and security excuses to problematize and criminalize those who seek a better life, seeking American citizenship.pt_BR
dc.description.abstractEste trabalho, tem por objetivo analisar os movimentos nacionalistas e populistas de direita e conservadores através do discurso anti-imigração. Essas reações representam as crises de identidade no mundo, que nada mais são a descrença e o descontentamento das populações com a classe política devido a: perda de empregos, diminuição dos salários, estagnação da economia e insegurança. Um momento político em que políticos e líderes demagogos usam do ressentimento dos nacionais contra os imigrantes culpando-os pelos problemas internos do país. Para entender a abordagem anti-imigração atual dos políticos republicanos dos Estados Unidos, este trabalho está dividido em quatro capítulos e conta com uma pesquisa qualitativa e bibliográfica, em sites oficiais, imprensa, redes sociais de políticos republicanos do Congresso Nacional dos Estados Unidos: 196 deputados e 51 senadores, além da centralidade na figura do presidente eleito Donald Trump no discurso anti-imigração no país. No primeiro capítulo é apresentada uma breve introdução sobres os movimentos migratórios na atualidade. No segundo, são analisados os dois grandes eventos que tiveram maior repercussão desses movimentos nacionalistas no mundo: a aprovação do Brexit, saída do Reino Unido da União Europeia, e a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos. Em ambos, são analisados os discursos e as justificativas dadas pelos políticos e líderes em defesa da soberania nacional. No terceiro, é apresentado a configuração e o mapeamento do Congresso Nacional estadunidense no momento atual e a introdução dos assuntos mais citados nas falas dos políticos, esclarecendo as questões. Por último, o quarto capítulo apresenta os pilares da reforma do sistema de imigração estadunidense propostas por Trump, que coincide com a abordagem política atual mostrada pela pesquisa como também os assuntos mais problemáticos no país, as propostas apontadas como solução, projetos e mudanças nas leis para melhorar o sistema de imigração nacional. A conclusão do trabalho constata como a sociedade estadunidense incentiva somente um tipo de imigrante, altamente especializado, opondo-se a outros tipos de imigrantes, utilizando de desculpas econômicas e de segurança para problematizar e criminalizar aqueles que, em busca de uma vida melhor, buscam a cidadania americana.pt_BR
dc.format.extent62 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofRelações Internacionais  - Florianópolispt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectNacionalismopt_BR
dc.subjectAnti-imigraçãopt_BR
dc.subjectImigrantes ilegaispt_BR
dc.title"Make America Great Again": o discurso anti-imigração estadunidensept_BR
dc.typeMonografiapt_BR
dc.subject.areaCiências Humanaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons