Show simple item record

dc.contributor.advisorGuerra, José Baltazar Salgueirinho Osório de Andrade
dc.contributor.authorRaulino, Carlos Eduardo
dc.coverage.spatialFlorianópolispt_BR
dc.date.accessioned2020-05-22T16:45:23Z
dc.date.available2020-05-22T16:45:23Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/9383
dc.descriptionWe live in constant changes and consequently the need to improve our lives leads us to think and act sustainably, whether at home or at work. Higher Education Institutions as producers and disseminators of knowledge, responsible for forming opinions, should promote the debate about sustainability. Brazilian public institutions must adhere to this sustainable footprint and build their Sustainable Logistics Plans - PGLS as established by law, in order to encourage the development of a sustainable culture. And, in terms of organizational culture, the People Management sector should strategically seek to develop practical actions for this. In this context, the question arose: What initiatives can be pursued in order to highlight a change in the organizational culture through strategic People Management with regard to sustainability? The general objective of this research was to analyze the IFSC Sustainable Program at IFSC's Jaraguá do Sul Campus, based on federal legislation and in light of the United Nations Sustainable Development Goals. To assist, the program was studied, as well as other legislation, the program was described in the light of the SDGs and finally, practical actions were proposed to encourage the rescue of the sustainable IFSC at the Jaraguá do Sul Campus - IFSC Center. To achieve this objective, of a descriptive nature, it was guided by the qualitative methodology and used the case study procedure, where the structured interviews with the PGLS, the legislation and the theory were triangulated. After the content analysis, indicated by Bardin (2016), it was possible to understand that, from the perspective of the interviewees, in addition to the institution's flawed communication process, there is a need to work with human resources so that they realize the importance of sustainability in the IFSC. In addition to encouraging employees through initial and continuing training, the institution should create conditions for the People Management sector to act in channeling efforts and in building values from the awareness and training of employees from the perspective of PGLS.pt_BR
dc.description.abstractVivemos em constantes mudanças e consequentemente a necessidade de melhoria de vida nos remete a pensar e agir de forma sustentável, seja em casa ou no trabalho. As Instituições de Ensino Superior como produtoras e disseminadoras do conhecimento, responsáveis pela formação de opiniões, devem promover o debate acerca da sustentabilidade. As Instituições públicas brasileiras devem aderir a essa consciência sustentável e construir seus Planos de Logística Sustentáveis – PGLS conforme estabelece a legislação, de modo a estimular o desenvolvimento de uma cultura sustentável. E, tratando-se de cultura organizacional, o setor de Gestão de Pessoas estrategicamente deverá buscar desenvolver ações práticas para tal. Nesse contexto, surgiu a pergunta: Quais iniciativas podem ser buscadas a fim de evidenciar uma mudança da cultura organizacional por meio da Gestão de Pessoas estratégica no que tange a sustentabilidade? O objetivo geral da presente pesquisa foi de analisar o Programa IFSC Sustentável no Campus Jaraguá do Sul do IFSC, com base na legislação federal e à luz dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Para auxiliar estudou-se o programa, bem como as demais legislações, descreveu-se o programa à luz dos ODS e por fim, se propuseram ações práticas para estimular o resgate do IFSC sustentável no Campus Jaraguá do Sul – Centro do IFSC. Para o alcance deste objetivo, de natureza descritiva, norteou-se pela metodologia qualitativa e utilizou-se do procedimento de estudo de caso, onde triangulou-se as entrevistas estruturadas com o PGLS, as legislações e com a teoria. Após as análises de conteúdo, indicadas por Bardin (2016), foi possível compreender que, na perspectiva dos entrevistados, além do processo de comunicação falho da instituição, há a necessidade de se trabalhar os recursos humanos para que percebam a importância da sustentabilidade no IFSC. Além de estimular os servidores por meio de formação inicial e continuada, a instituição deverá criar condições para que o setor de Gestão de Pessoas atue na canalização dos esforços a na construção de valores a partir da sensibilização e capacitação dos servidores sob a perspectiva do PGLS.pt_BR
dc.format.extent91 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofPrograma de Pós-Graduação em Administraçãopt_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/*
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.subjectInstituições de ensino superiorpt_BR
dc.subjectEducação ambientalpt_BR
dc.subjectEducação para o desenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.titleCultura organizacional, recursos humanos e a sustentabilidade: o papel estratégico da gestão de pessoas no Instituto Federal de Santa Catarina – Campus Jaraguá do Sul - Centropt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.areaCiências Sociais Aplicadaspt_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons