Show simple item record

dc.contributor.advisorAlano, Graziela Modolon
dc.contributor.authorPaes, Claudia Matias
dc.contributor.authorCarara, Thais Bardini
dc.coverage.spatialTubarãopt_BR
dc.date.accessioned2020-07-14T12:33:11Z
dc.date.available2020-07-14T12:33:11Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.riuni.unisul.br/handle/12345/9876
dc.descriptionIntroduction: Integrative and Complementary Health Practices (PICS) are critical for health promotion and can be used for care and disease prevention. The aim of this study was to evaluate the use of PICSs by individuals residing in Tubarão, SC. Methods: This was a quantitative cross-sectional epidemiological study, using the interview method through the application of a form to individuals who were transiting the city center between August and September 2019. Results: There were 384 Most of the respondents were women (61.7%), average age 42.4 years (± 19) with complete high school or incomplete high school (59.9%) and wage income above one minimum wage (60%). The most frequent health problem was hypertension. Almost half of the respondents have already used PICSs (44.3%), and of these, used mainly medicinal plants / herbal medicine for stress, obtaining improvement. Of those who reported not using PICSs (55.7%), they did not use them because they did not like and were not interested, followed by lack of information. Most reported no difficulty in searching (86.5%) and among those who reported it was cited access and the value of practices. Portion of respondents (87.3%) had no knowledge about the offer of these practices in the Unified Health System (SUS). Conclusions: The study showed the use of PICSs mainly for stress. Among non-users of PICSs, most were motivated by lack of interest and lack of knowledge about the SUS offer.pt_BR
dc.description.abstractIntrodução: As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) são fundamentais para a promoção da saúde e podem ser usadas para o cuidado e para a prevenção de doenças. O objetivo do estudo foi avaliar a utilização de PICSs pelos indivíduos que residem no município de Tubarão, SC. Métodos: Tratou-se de um estudo epidemiológico do tipo transversal quantitativo, utilizando o método de entrevista através da aplicação de um formulário para os indivíduos que estavam transitando no centro da cidade, entre os meses de agosto e setembro de 2019. Resultados: Foram 384 entrevistados, sendo maioria mulheres (61,7%), idade média 42,4 anos (±19) com ensino médio completo ou superior incompleto (59,9%) e renda salarial acima de um salário mínimo (60%). O problema de saúde mais frequente foi a hipertensão. Quase metade dos entrevistados já fizeram o uso de PICSs (44,3%), e destes, utilizaram, principalmente, plantas medicinais/fitoterapia, para estresse, obtendo-se melhora. Dos que relataram não fazer uso de PICSs (55,7%), não utilizavam por não gostarem e não se interessarem, seguido de falta de informação. A maioria declarou não ter dificuldade na procura (86,5%) e dentre os que relataram ter ocorrido foi citado o acesso e o valor das práticas. Parcela dos entrevistados (87,3%) não possuía conhecimento sobre a oferta destas práticas no Sistema Único de Saúde (SUS). Conclusões: O estudo mostrou o uso de PICSs, principalmente, para o estresse. Dentre os não usuários de PICSs, a maioria foi motivado por desinteresse e não conhecimento sobre a oferta no SUS.pt_BR
dc.format.extent36 f.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.relation.ispartofFarmácia - Tubarãopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectPráticas Integrativas e Complementarespt_BR
dc.subjectSistema Único de Saúdept_BR
dc.titleUtilização de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde pela população em município do Sul de Santa Catarinapt_BR
dc.typeArtigo Científicopt_BR
dc.subject.areaCiências da Saúdept_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil

Mantido pela
Unisul
Plataforma
DSpace
Desenvolvido por
Digital Libraries
Licenciamento
Creative Commons